Falar inglês ou estudar gramática?

A gramática da língua inglesa faz você se sentir confuso? Você está preocupado em nunca realmente usar a gramática inglesa corretamente? Você vai descobrir que as regras gramaticais não são a chave para falar inglês de forma correta, automática e com fluência.

Quando aprendemos a falar nossa língua nativa, o fazemos através do estudo sistemático de regras gramaticais ou pela prática e uso? Bem simples: aprendemos através da prática e assimilamos a gramática de forma intuitiva.

Na maioria dos cursos de inglês passa-se grande parte do tempo na aplicação de gramática pura e acontece o que é de se esperar: após muitos anos de estudo a maioria de alunos não consegue falar com facilidade.

No Instituto Britânico acreditamos que é impossível aprender inglês de maneira rápida e eficaz sem CONVERSAÇÃO, pois é através dela que adquirimos vocabulário, uso correto da gramática e claro, fluência. Justamente por isso, trouxemos o Método Callan de Londres, que ensina inglês em 1/4 do tempo usado pela maioria de cursos. Os nossos alunos evoluem rapidamente e, em poucos meses, adquirem capacidade comunicativa - ou seja, capacidade real de falar inglês.

Método Callan

O Método Callan é utilizado em cerca de 267 cursos em 26 países

Criado em 1960, o Método Callan assegura ao aluno uma compreensão total da língua inglesa sem perda de tempo ou dinheiro. O aluno começa a falar inglês desde o primeiro dia de aula, utilizando o idioma como meio de comunicação. Por ser um método baseado na absorção da língua de maneira natural, o aluno não deve se preocupar em entender tudo de imediato. O processo flui da mesma forma em que ele aprendeu o seu próprio idioma, as assimilações vêm de maneira gradual.

Como funciona o Método Callan:

Primeiro passo: ouvir e falar Inglês

O diálogo entre o professor e os alunos está conduzido na forma de perguntas e respostas. Cada pergunta pratica uma palavra, expressão ou item gramatical em particular. O professor explica o significado de cada palavra nova e imediatamente esta é inserida em uma série de perguntas. Os alunos estão convidados a responder com uma frase completa, de modo que possam assimilar o novo vocabulário e utilizá-lo no contexto de uma construção “sem traduzir”. O aprendizado através da conversação e a alta velocidade que a aula é dada facilita que os alunos fixem o novo vocabulário da forma como se pronuncia e também que abandonem o hábito de traduzir para sua língua materna antes de falar. Este é um dos pontos altos do Método Callan.

Segundo passo: revisar. Os alunos assimilam tudo aquilo que lhe foi ensinado na aula anterior, fixando as palavras e estruturas que você deixou de assimilar. A repetição constitui parte importante do nosso método. Exatamente como você aprendeu sua língua materna.

Terceiro passo: ler e escrever.

Leitura: o aluno já pode ler as palavras e estruturas que aprendeu anteriormente de forma natural, sem risco de confundir a pronúncia. Aqui trabalhamos também a correta entonação das frases.

Escrita: os alunos praticam através de ditados e redações que contém o vocabulário e estruturas estudadas de forma oral e auditiva nas lições anteriores.

  • University of CambridgeUniversity of Cambridge
  • IELTSIELTS